Reflexões sobre a guerra e a paz

A Jornada do Olhar de Sharon Mundy através de novas lentes
1 de maio de 2023
Das Angústias e da Graça de mais de 25 anos de Prática Terapêutica Consciente.
15 de novembro de 2023
A Jornada do Olhar de Sharon Mundy através de novas lentes
1 de maio de 2023
Das Angústias e da Graça de mais de 25 anos de Prática Terapêutica Consciente.
15 de novembro de 2023

Orando como Abraão.

“Seja a tua misericórdia, SENHOR, sobre nós, como em ti esperamos.” Salmos 33:22.

Nesta linda Joia Azul flutuante no espaço, onde  temos o privilégio de compartilhar esta realidade, onde escolhemos ter a experiência corpórea, uns por débito, outros por escolha e missão, estamos constantemente transitando entre o absurdo e a Graça…

E diante do absurdo da guerra, buscando a focar na Graça dos presentes que a natureza nos dá a cada nascer do Sol, o privilégio da vida em mais um dia… para então, conseguir forças de  olhar para esse absurdo e como Abraão, orar…

“Pai, se entre nós houver apenas 05 justos, poupe a nossa humanidade, tenha misericórdia de nós.”

“Estamos vivos e isso é tudo, é sobre tudo a Lei, nessa infinita Highway”, disse o poeta Humberto Guessinger.

Mas e os que não estão mais vivos? E todos os que já se foram? As milhares de vidas despendidas nestes conflitos inúteis,  guerras criadas por egos infantis brigando por política, sistemas de crenças, religião, cor, posição geográfica e recursos naturais.

Na infinita Estrada da Jornada da Alma, estamos sempre vivos e isso é tudo…

Os que acreditam na vida após a morte conseguem o consolo de focar na infinitude destas almas que passaram pela transição e que retornarão num outro tempo e lugar.

E diante disso tudo o MKT de dominação com uma infinidade de produtos sendo distribuídos  normoticamente utilizando estratégias de neuromarketing para que você permaneça adormecido comprando, no modo ‘pacman’,  anestesiado, quase um zumbi, manipulável…

“Que planeta é esse?”

“Que humanidade é essa nossa?”

“O amor nunca é desperdiçado.” – Thiago

Então, oremos, oremos como Abraão, vibremos amor para que sejamos dignos da Misericórdia de Deus.

Um minuto de silêncio por todos os que despenderam suas vidas e morreram em conflitos criados por aqueles que assistem suas criações de bunkers seguros e faturam milhões de dólares em cada guerra com seus  ‘brinquedos mortais’, sem se preocupar com quem vive ou quem morre. São crianças crescidas, mas imaturas para o poder que adquiriram.

A mídia como sempre é tendenciosa, criando narrativas para comoção coletiva sobre eventos nos quais os seus privilegiados são exaltados.

E por trás desta cortina de fumaça uma realidade bem cruel se desenrola, onde seres humanos são marcados em suas peles e almas e comercializado como escravos para exploração de todo o tipo.

Há pessoas que morrem nos oceanos por que não tiveram outra opção a não ser fugir,  e quase ninguém ouve falar disso…É como se maioria das pessoas vivessem num sono, um torpor coletivo e não enxergassem o que acontece…e deve ser um sono bom, pois parecem não querer acordar.

Além dos conflitos há a crise de refugiados que é  maior em toda a história da  nossa humanidade.

“Mais de 50.000 mortes por ano de acordo com o Projeto de Migrantes Desaparecidos da Organização Internacional para as Migrações (OIM).”

E ainda nem computamos o saldo dos últimos conflitos entre nações e pequenos conflitos dentro das nações.

Uma coisa é certa, não podemos compactuar com o terror não importa de que lado venha. E numa guerra não existem lados, apenas saldos de perdas. Todos perdem. 🕊

Não nos é mais possível permanecer no hedonismo ou na ilusão de seres pseudo iluminados que não descem do pedestal de ‘comandantes de naves’, é preciso transcender o discurso da Nova Era  e Nova Terra, não existe Nova Terra sem humanos melhores.

“Onde não houver Amor, coloque Amor” , disse São João da Cruz.

O exercício desafiador deste momento é olhar além da terra, olhar do espaço e admirar esse pálido ponto azul flutuante do qual somos todos tripulantes. E deste ponto, não há espaço para julgamentos, nem como tomar partido de um lado ou de outro, pois a dor de um é a dor de todos, a perda de um é a perda de todos, a tristeza de um é a tristeza de todos… E amar apesar de.

Nós não somos todos UM, como afirmam,  cada um de nós é único, traz uma frequência única do Criador e que é necessária nestes tempos. Cada qual com sua Singularidade de Manifestação, sua frequência única, faz parte da tripulação que precisa aprender a remar junto…, remar  na mesma direção da evolução, do despertar da Consciência…, respirando junto, vibrando em Uníssono na frequência do Amor Divino…Somente então, seremos vistos pelos Seres do Espaço como maduros o suficiente para o compartilhamento num outro nível que poderá solucionar todos os problemas criados pelo atual estágio consciencial da nossa humanidade…Seremos reconhecidos como uma Fraternidade Humana Planetária .

Que haja paz em seu coração, apesar de todo o absurdo…💜🕊

Se no seu coração houver PAZ, em um lugar deste mundo haverá paz.🕊

Hoje o meu sentimento é o mesmo que o daquela manhã de 07 de outubro,  quando teve  início este conflito.💜🕊 .

Mas acredito com todo o meu coração e alma  que ainda há tempo, podemos florescer para  nosso  melhor como humanos!💜🕊

“Seja a tua misericórdia, SENHOR, sobre nós, como em ti esperamos.”💜🕊
– Salmos 33:22

Texto publicado no : SOMOSTODOSUM

#fraternidadehumanaplanetaria
#despertardaconsciência
#consciência #paz #guerra #desenvolvimentohumanomultidimensional
#paz #evolução #despertardaconsciencia

WEBINARIO CHEGA DE BURNOUT

ASSINE E PARTICIPE DO WEBINARIO CHEGA DE BURNOUT- NÃO PERCA!

Data: 20/06/2024

Local: no Zoom

Hora: às 20:20 (BRT)

100% Online- Gratuito

Não fazemos spam!

Politica de Privacidade | Termos e Condições de Uso | Política de Reembolso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *