O Caminho Sufi – Rumi

Empata: Ser ou não Ser?
15 de junho de 2022
Maná – Alimento Luz
9 de julho de 2022
Empata: Ser ou não Ser?
15 de junho de 2022
Maná – Alimento Luz
9 de julho de 2022
 

A brisa ao amanhecer – Rumi

 

 

Mawlana Jalaluddin Rumi diz,

 

“A brisa do amanhecer tem segredos para te contar,

não volte a dormir.

Você deve pedir o que você realmente quer,

não volte a dormir.

As pessoas estão indo e voltando pela soleira da porta.

A porta é redonda e aberta,

não volte a dormir.

Eu amaria te beijar.

O preço do beijo é a sua vida.

Agora meu amor está correndo em direção a minha vida gritando,

que pechincha, vamos comprá-lo!”

 

É preciso ser um buscador,

mas antes de se tornar um buscador, é preciso se tornar um amante.

Você não pode se tornar um amante se estiver cheio de apegos mundanos.

O mundo está aqui na nossa frente,

para nos dar conhecimento experiencial, compreensão

que é uma entidade transitória mutável.

Rir, cantar, dançar, fazer amor, ter filhos, criar casas, dinheiro e poder.

E, no entanto, em um momento a morte arrebata tudo e te deixa

tremendo e tremendo de medo e, finalmente, se afogando na inconsciência.

 

Não é possível provar o vinho Divino do amor, se você não conheceu um Shaikh; um místico.

É preciso tornar-se uma ney, uma flauta de junco.

É preciso tornar-se vazio, oco,

então toda a poesia e toda a música virão através de você.

Este Amor Divino ocupa o coração e a mente

e então todo o universo parece como se fosse apenas o Amado nos espiando.

Por trás do sol, por trás das estrelas e da lua,

flores e árvores, homem e mulher, crianças e velhos.

Uma vez que este Amor Divino faz suas raízes no coração,

pessoa fica sobrecarregada, encharcada nesta bela experiência,

onde a mente entra na zona do silêncio.

Todo o universo então exibe a dança divina do amor

Aquele que se rendeu ao Senhor é chamado de sufi.

O sufi canta o Zikr,

 

“La ilaha illalahu”

Não há realidade além de Deus, há apenas Deus.

Zikr tem três partes.

A primeira é a negação de tudo o que é visível.

A segunda é a explosão no indivíduo

e a terceira parte é a expiração da presença divina: HU.

Sufi canta Hu; o que é, o que foi e o que será.

 

O mundo não passa de uma imagem costurada com fio de ouro na tapeçaria, apenas a edição lúdica.

Embriagado de amor, o amante chama com saudade aquele que reside no coração, mas ainda parece tão distante.

 

Ninguém deseja o paraíso se o preço for a morte.

Ninguém deseja a imortalidade, se o custo for a morte.

Mas é isso que é o amor; morte!

Mas disso surge a ressurreição de um novo você,

puro, virgem, amoroso e agora os chamados do coração são atendidos.

Até que o ego esteja vivo, não há possibilidade de o amor acontecer.

Quando a escuridão do ego é soprada com anseios, urgência, busca da verdade, isso se torna possível.

Para Jalaluddin Rumi, aconteceu quando Shams e Tabrezi chegaram e roubaram seu coração e sua mente.

E então o amor ocupou esse vácuo.

Certa vez alguém perguntou a Shams, cuja cabeça estava cheia de ideias e desejos, ele disse:

“Fale-me sobre o mistério divino.”

Shams disse: “Não posso lhe contar o mistério.

Só posso contar esse mistério a alguém em quem posso me ver.

Esse mistério eu contarei apenas para mim mesmo.

Eu não me vejo em você. Eu vejo outra pessoa.”

 

A mente deve ser esvaziada de todos os apegos, ganância, paixão, escuridão.

E para isso, o professor; o Shaikh tem que bater com amor até que a mente se despedaça.

 

A existência do Amado não pode ser comprovada fisicamente, nem é uma fantasia.

Esta presença, na melhor das hipóteses, recebeu muitos nomes em diferentes culturas,

mas a presença permanece sem nome.

Você pode chamá-lo de Allah, Bharaman, Realidade, Verdade ou qualquer outra palavra.

Porque é isso que a melhor mente pode tentar fazer; dar o nome ao sem nome.

O Shaikh é um espelho, um lembrete dessa presença,

compreensão deste mistério vem através do Shaikh

e transforma todas as energias do buscador.

 

Rumi disse: “Tenho frases e páginas inteiras memorizadas, mas nada pode ser dito de amor.

Você deve esperar até começar a viver o amor.

Seja paciente. Totalmente paciente.”

O caminho que começa no amor a Deus

chega um momento nesta jornada em que finalmente acontece a união

todos os limites se dissolvem.

Então este eu não é mais diferente daquilo.

Como Al Hallaj Mansoor gritou, Anal Haqq

“Eu sou Aquilo” (Verdade) e então o vazio total.

 

eu não sou mais. Então, quem vai chamar quem?

Apenas um grande vazio. Que é melhor descrito pelos sufis como “HU”

Aquilo que existe.

Hu significa aquilo que foi e será.

Nenhuma palavra pode conter a presença infinita

uma vez que a consciência surge após esta experiência vulcânica.

Ao perguntar, o que aconteceu com você?

Sufi diz, HU.”

 

Escritos  de Mawlana Jalaluddin Rumi

Música  e Ney –  Kanchman Babbar

Ritmo de Babbi

Tradução e Edição de Vídeo : Mônica Lampe

 

 

O Caminho Sufi
(Poema Original)
 
A brisa da manhã tem segredos para lhe contar, 
não durma. 
É tempo de perguntar e rezar, 
não durma. 
Oh pessoas desse mundo, 
Deste momento até a eternidade 
Aquela porta sem fechadura permanece aberta, 
não durma 
A vida sem um mestre 
é ao mesmo tempo um sono profundo 
ou a morte disfarçada. 
Fique atento! Trilhar esse caminho 
sozinho não é seguro  
a água é mortal, 
o veneno é doce. 
Esta irmandade 
não tem nada a ver com ser elevado ou baixo, 
esperto ou ignorante. 
Não existe uma assembléia especial, nem um grande discurso, 
nem se requer nenhum curso anterior. 
Esta irmandade se parece mais com uma festa de bêbados 
cheia de trapaceiros, tolos, charlatões e loucos. 
Oh alma, é tempo de guerra 
Coloque sua armadura 
Afaste seu medo 
Corte a aparência desse mundo. 
Oh alma não se descuide agora 
isto será apenas mais uma história de gato e rato. 
Tomara que você não me diga – 
“Os sufis estão perdidos” 
nem me diga – 
“Os cristãos estão perdidos 
Os infiéis estão perdidos” 
Porque talvez, meu irmão, você esteja perdido! 
Este é o porque de todos parecerem estar perdidos! 
Como pode a tristeza se enraizar em nós 
que estamos repletos de alegria? 
A terra carrega o peso de toda a miséria, 
Mantendo-a em seu seio 
Como uma semente plantada. 
Mas nós deixamos essa terra 
e todo o seu sofrimento. 
Tudo o que vemos é o teto do paraíso. 
A lua se ergue e nós nos erguemos com ela. 
Aqueles que não têm nada 
não têm nada que os mantenham presos aqui embaixo. 
O dervixe que gira pergunta, 
“Por que os sábios são tão sombrios?” 
Os sábios perguntam, 
“Por que os dervixes são tão loucos?” 
Queimamos todos os traços do trabalho e da profissão; 
Agora, não temos nada além de poesia e canções de amor. 
Nós cantamos sobre o coração, a alma e o Amado – 
Apenas para queimar todos os traços do 
coração, alma e Amado. 
Você reivindica habilidade em cada arte 
e conhecimento em toda a ciência. 
Mas você não consegue ouvir 
o que seu próprio coração está lhe dizendo. 
Até que você ouça essa simples voz 
Como você poderá ser um repositório dos segredos? 
Como você poderá ser um viajante neste caminho? 
Como pode a tristeza se aproximar do coração 
de um verdadeiro amante? 
A tristeza pertence àqueles 
que são enfadonhos e solitários. 
O coração do amante 
está preenchido de um oceano, 
E nas suas ondas enoveladas 
o cosmos gentilmente se dobra. 
Eu rio e rio e não sei porque 
Apenas Deus sabe porque a haste de uma flor 
treme na brisa da manhã. 
Como pode a tristeza permanecer junto ao verdadeiro amante 
quando ele tem o rubah em seu coração? 
Você diz que ele parece louco – 
É apenas porque a música 
na qual ele dança 
não é captada pelo seu ouvido. 
Por que cobrir a si mesmo com roupas de falsos profetas

quando a alegria de um verdadeiro mestre preenche o mundo? 

Por que tomar remédios amargos para as doenças de seu coração 
quando a doce água do amor preenche o mundo? 
Se você deseja uma pérola, 
Não a procure em uma poça de água. 
Aqueles que buscam pérolas 
Devem mergulhar no mais profundo oceano. 
E quem irá encontrar a pérola? – 
Aqueles que emergirem 
Das águas da vida 
Ainda sedentos. 
Apenas o dervixe conhece o segredo da adoração. 
Penetrando nos céus infinitos, 
ele vê Deus e o Mestre como sendo um. 
Se você deseja transformar sua alma ferruginosa em ouro 
Fique junto do Mestre – 
Ele é o Alquimista. 
Secretamente conversamos, 
aquele sábio e eu. 
Eu disse, “Diga-me os segredos do mundo”. 
Ele disse, “Sh… Fique quieto 
Diga você os segredos do mundo”.
-Mawlana Jalaluddin Rumi
 
 

 

 

WEBINARIO CHEGA DE BURNOUT

ASSINE E PARTICIPE DO WEBINARIO CHEGA DE BURNOUT- NÃO PERCA!

Data: 16/05/2024

Local: no YouTube

Hora: às 20:20 (BRT)

100% Online- Gratuito

Não fazemos spam!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *